Blog

O que é surdez unilateral?


A surdez unilateral acontece quando há a perda da audição em apenas um dos ouvidos. Com ela, identificar a direção do som torna-se algo difícil, trazendo riscos permanentes ao portador.

Devido à falta de informação quanto a possíveis tratamentos, algumas pessoas ficam resistentes na hora de buscar ajuda profissional. Por isso, escrevemos este artigo. Ele trará esclarecimentos que podem influenciar, e muito, a qualidade de vida do surdo.

Causas

As causas da surdez unilateral são muitas. Algumas delas, inclusive, são as mesmas da bilateral. A seguir, você conhece as principais. Confira!

Surdez súbita

Esse problema acontece com a perda brusca da audição, em apenas um dos lados ou em ambos. Algumas das causas são as predisposições genéticas, as doenças autoimunes, infecciosas e vasculares.

Surdez congênita

Em relação à surdez congênita, é necessário observar atentamente o bebê, principalmente os possíveis atrasos na fala. Doenças infecciosas durante a gestação e mutações genéticas contribuem para o aparecimento do problema.

Doenças

Entre as doenças responsáveis por gerar a surdez unilateral, podemos destacar o neuroma do acústico (tumor benigno). Ela se desenvolve no nervo de audição e pode chegar até o cérebro. O zumbido e a surdez são consequências possíveis da patologia.

Outro exemplo é a síndrome de Ménière. Com ela, ocorre o aumento na pressão da endolinfa (líquido localizado na parte interna do ouvido). O resultado são a perda do equilíbrio corporal e a surdez.

Acidentes

Qualquer evento que cause lesão ao nervo acústico em um dos ouvidos pode gerar o problema. Agressões, traumatismos, acidentes de carro ou por arma de fogo fazem parte desse grupo.

Tratamento

Primeiramente é importante que você saiba que há, sim, tratamento para a surdez. Abaixo separamos duas alternativas, entre as quais um profissional qualificado indicará a mais adequada em cada caso.

Implantes cocleares

Especialistas podem indicar o procedimento para pacientes com perda auditiva de grau severo ou profundo. Ele consiste na implantação, por meio de cirurgia, de um dispositivo médico eletrônico nos ossos do crânio — atrás da orelha.

O mecanismo consiste em um processador sonoro externo e um implante coclear interno. Com o implante, é possível transformar sons em estímulos elétricos. Eles são transmitidos ao nervo auditivo em substituição parcial das células danificadas.

Aparelhos auditivos

O aparelho auditivo é a principal alternativa para as pessoas que apresentam a surdez unilateral. Com a evolução da medicina, há diversas opções do produto no mercado. Todas captam o som de forma nítida e natural.

Um dos modelos mais indicados é o de Amplificação Sonora Individual (AASI). Ele possibilita a audição e alivia o zumbido. No entanto, é preciso usá-lo nos dois ouvidos. Seja qual for a sua escolha, os benefícios proporcionados pela tecnologia são muitos. Há conectividade de ligações telefônicas e sons da TV ao equipamento, por exemplo. Além disso, é possível controlá-los por aplicativo.

Atenção, portador da surdez unilateral! Quer ter mais qualidade de vida? Conheça os produtos da Audição e surpreenda-se.